domingo, 29 de março de 2009

Incontidas lágrimas...



Sentimentos intensos no coração nasceram
Despertando algo forte que nos aproximou
Num vento forte que passou e distanciou
Pressenti que toda a rota se alterou





Os movimentos da Terra na dor se inverteram
O Sol triste aos poucos se esfriou
A Lua sentida não mais brilhou
O oceano magoado em rio se transformou



Na natureza ressentida, tudo modificaram
As sementes na primavera não germinaram
Os pássaros no verão se hibernaram
As cachoeiras seus cursos mudaram


No universo comovido, seus encantos perderam
Marte infeliz se tingiu de azul e chorou
Saturno condoído seus anéis retirou
Vênus em compaixão se apagou



Para não mais sucumbir nesse Amor, se afastaram
Descrevendo apenas a dor em palavras
No intimo do sentimento, guardando-as
Revelando assim... Incontidas lágrimas...


Tatiana Moreira





Desejo a Todos uma semana repleta de dádivas!
Um abraço carinhoso


33 comentários:

  1. Um tanto quanto triste e sofrido esse poema..mas lindo.
    Otima semana para vc também..
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Lindo! Tiste, mas lindo!

    Tenha uma ótima semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Lindo poema, amiga, mas triste, triste.
    Um beijo,
    Renata

    ResponderExcluir
  4. às vezes o inesperado nos leva em direção oposta.

    Beijinhosssssssss

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso,amiga Tatiana!

    Boa semana e bijins de luz!

    ResponderExcluir
  6. Tati não gosto de te ver assim.
    Seu sorriso é o que sempre nos cativa e alegra Apesar da beleza da poesia é notório que seu coração está triste.
    Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima
    E nada de fechar os comentários
    quero continuar comentando aqui.

    ResponderExcluir
  7. Felizmente o tempo é nosso aliado.
    Cicatriza feridas e põe tudo em seu lugar.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  8. Uma ótima semana pra você também! Lindo texto!

    ResponderExcluir
  9. OIIIII,

    Nossa....LINDO! Triste mas, verdadeiro!
    bjinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá, Tatiana
    Navegando na net encontrei seu blog por acaso.
    Achei maravilhoso seu trabalho. É forte e marcante.
    Parabéns!
    Quanto ao tom de tristeza de seu útimo texto, é sabido que tudo passa e a tristeza é ( e foi ) a maior companheira dos grandes poetas.
    Desejo que se for realmente uma fase dificil que passe logo.
    Parabéns mais uma vez. Adorei

    Silvana Araujo

    ResponderExcluir
  11. Oi Tatiana,
    Entre as piores dores está a de 'amar'. Irracioonal, tão somente nossa. Não há explicações sensatas, por isso as lágrimas. O tempo costuma ser o melhor remédio...
    Um abraço carinhoso e uma boa semana para você também!

    ResponderExcluir
  12. NOSSA! Um dos melhores!
    com certeza!

    tão cheio de arte, apesar de triste, é muito bonito e muito intenso
    simplesmente adorei

    ResponderExcluir
  13. Lágrimas que muito dizem, enchem páginas inteiras de folhas em branco.

    Amiga, vim te desejar uma semana bacana pra ti, pq tem estado na correria né, que falou, então que seja uma ótima corrida e que vença todos os seus desafios.

    Bjs no seu coração

    Chris

    ResponderExcluir
  14. Oi Tatiana, lindo, como sempre, um lindo , mas não triste poema, pensamento, desabafo...
    Fecha só os olhos e descansa...
    Tudo fará algum sentido, quem sabe amanhã ou depois...
    Beijinho grande
    Liliana
    (na Palma da tua Mão)

    ResponderExcluir
  15. As rotas mudam, os movimentos mudam...amores vão com eles, mas sempre temos que estar inteiras. Sempre. Ainda que pedacinhos de nós sejam levados, a nossa essência precisa ficar intacta para continuarmos.
    Com carinho. Beijo
    ................Cris Animal

    ResponderExcluir
  16. Oi Tati,

    Sou péssima em comentar sobre poema já avisei a Renata e outra amiga pra não pensarem que eu não comento nada, eu só entendo de poemas quando é de filmes como um rapaz que eu fiz amizade no Blog e no Orkut que escreve poemas em cima dos filmes que ele assisti, que a maioria eu assisti não me leva a mal, mas o que eu li eu gostei e as imagens como eu adoro não tem como não elogiar ficaram perfeitas.


    Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Passei por muitos blogs, mas poucos são com a qualidade de poemas, imagens e músicas que o seu tem.
    Parabéns por seu trabalho e dedicação.
    Fiquei curioso para conhecer pessoalmente alguém com tantas qualidades. Encontrei aqui uma grande estrela.

    ResponderExcluir
  18. Muito lindo mesmo...
    Que toca dentro de nós de uma maneira... Mas há uma luz lá no fundo. Boa semana e com muita paz

    ResponderExcluir
  19. Menina Tatiana bonitos versos. Triste, intenso, me fazem pensar muito em mim (risos). Não sou sol mais deixei de brilhar. Já derramei um rio de lágrimas...

    Bjos com carinho. Voltei em vc, viu?

    ResponderExcluir
  20. Oi anjinha!!

    Triste seu poema..
    Mais lindo ao mesmo tempo!!

    Te desejo uma semaninha mega maravilhosa viu!!!
    bjs querida

    ResponderExcluir
  21. Muito lindo este poema,
    espero que esteja a correr tudo bem contigo
    beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Oi Tati,

    Votei no teu Blog e também no Pelos Caminhos da Vida acho os dois muito bons.

    Bjinhos.

    ResponderExcluir
  23. Gostei de ver e voltarei com mais tempo, até lá...Bjs

    ResponderExcluir
  24. “Amar os outros é a única salvação individual que conheço: ninguém estará perdido se der amor e às vezes receber amor em troca.” (Clarice Lispector)

    Ventanias Soltas.

    Convite para Drink of Lx no Angel Bar.

    Boa Semana

    ResponderExcluir
  25. VOA PENSAMENTO


    Corro o mundo
    O meu pensamento voa…
    Voa rapidamente….
    E foge-me entre os dedos…

    Eu tento agarrar…
    Abro as mãos…
    Mas não consigo…
    E deixo-te ir…

    Como é bom fugir…
    Como é bom voar…
    E tu pensamento…
    Lá vais mundo fora…

    Mas como tudo na vida…
    Vais e voltas…
    E eu aqui te espero…
    E quando vieres…
    Com as tuas mãos…
    Vou agarrar o sonho…
    Que vem dentro de ti!...


    Lili Laranjo

    ResponderExcluir
  26. Oi Tatiana, um belo poema sentido, feito com as palavras dor e lágrima...
    Mas na verdade, um verdadeiro Sol não deixa de brilhar nunca e jamais se esfria, apenas se recolhe atrás das nuvens, é assim que vejo...e a Lua, ah...essa também não perde o brilho...tem apenas fases, e logo volta a brilhar...
    Boa sorte lá no concurso, tenho certeza que a Lua lá vai brilhar com intensidade...parabéns...é merecido.
    Uma ótima semana para você, um abraço na alma...

    ResponderExcluir
  27. Não...O sol sempre olha pela lua, ele zela o seu brilho, canta pra lua, sente sempre a sua penumbra...Está sempre lá, mesmo que ela não o veja. Beijo

    ResponderExcluir
  28. Perfeito!!
    Imagens, poema e seu carinho para com todos.

    beijos

    ResponderExcluir
  29. Tatiana, como arranjou esse calendário do seu Blog tão giro? foi na net? :)

    Bjinho

    ResponderExcluir
  30. E todo o Universo compartilhou dessa dor de amor e se encheu de lágrimas incontidas.

    Você me emociona sempre Tatiana!
    Sempre lindos os seus versos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  31. GOSTEI DE SEU BLOG PARABENS QUANDO DER VISITE O MEU WWW.PALAVRASARTEBLABLABLA.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir

Fico feliz que você esteja aqui...
Aproveite e deixe uma mensagem para mim!
Um abraço carinhoso!