quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Minha Sina




No grito mudo preso em meus lábios

Estanco a dor que por dentro devora

Sou a angústia sentida nos versos

Onde revelo minha alma que chora



Nas palavras externas que escrevo

Dou vazão ao sentir que me amarra

Dos meus pés e mãos vou desatando

O sentimento em que me sinto escrava



Aprisionada ao meu amor da memória

Algemada nas páginas da nossa história

Ludibriada pela minha realidade ilusória



Se por amor nessa vida eu nasci

Talvez por ele esteja a sucumbir

Vivendo o amor que não deixa de existir



Tatiana Moreira









Olá Pessoas Lindas!

Peço desculpa á todos, pois estou em falta com vocês.

Entrarei de férias dia 19/12...

Assim terei mais tempo, para dedicar-lhes atenção!


*


Agradeço a Rebeca e ao Jota C o belíssimo Layout

que recebi por fazer parte dos ganhadores

“Do conto de amor”.

Obrigada de coração! Vocês são muito especiais!


Simplesmente Amor - Selos e prêmios



*



Volto antes do Natal para desejar-lhes boas festas.

Um beijo carinhoso







35 comentários:

  1. OIiiiii. Primeiro o poema que é maravilhoso.Lindo demais,Tatiana. E um feliz natal e feliz ano novo pra você também.Beijos

    ResponderExcluir
  2. Acredite ontem mesmo pensei em vc Tati, o que será que houve que a Tati não postou mais, e eis que agora ao entrar na blogsfera vi um post seu.
    Vc fez falta hem.

    Ótimo dia pra vc amiga.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  3. Quando volta ao seu blog é uma alegria!
    Adoro lê-la!
    Até breve.
    Beijo.
    isa.


    PS:-no meu blog tem selinho dele para vc.
    Beijo.
    isa.

    ResponderExcluir
  4. Que maravilhoso soneto, muitos parabens

    Adorei

    ResponderExcluir
  5. Tatiana
    Belo poema

    No grito mudo preso em meus lábios
    Estanco a dor que por dentro devora
    Sou a angústia sentida nos versos
    Onde revelo minha alma que chora

    Adorei
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Não via a hora de um novo post... sentimento escancarado e incontido, assim como o amor deve ser vivido. Abração! parabéns

    ResponderExcluir
  7. Parece que escreveu o primeiro verso para o meu estado de espirito neste momento, gosto muito de ler o que escreve


    Beijos

    Bel

    ResponderExcluir
  8. Adorei o primeiro poema. Muito bom.
    Feliz natal e um prospero ano novo..Bjinhos ;)

    ResponderExcluir
  9. Tatiana,

    Senti sua falta, viu? E adorei saber que inscreveu seu blog na nossa promoção. Só que pra validar tem que ser feito um post falando do sorteio. Isso você pode fazer no seu blog de selos, não tem problema.

    Você é uma querida e mora no meu coração.

    Beijo imenso, menina linda.

    Rebeca


    -

    ResponderExcluir
  10. Olá Tatiana!

    Presos por amor, somos escravos
    e a vida simplesmente é ilusória saboreamos fel, amargos travos
    longe ficamos da merecida glória

    Bom voltar a ler os teus poemas. Beijos

    ResponderExcluir
  11. OLA TATIANA, BELISSIMO SONETO...SUBLIME ADOREI...VOTOS DE UMA FELIZ SEMANA!!!
    BEIJOS COM CARINHO,


    SUSY

    ResponderExcluir
  12. Ola!
    Estava com saudade daqui...

    Lindo teu poema.
    O amor é tão lindo e gostoso, mas sempre nos machuca...
    Acho que é pq ficamos muito sensíveis quando apaixonados...

    Bjos linda! E volte mesmo tá...

    Vc faz falta...
    Abração!

    ResponderExcluir
  13. Por vezes o amor é isso mesmo... prisão, escravidão...
    É o cumprir do destino.

    Beijinho *

    ResponderExcluir
  14. Olá, belo soneto...Espectacular....
    Votos de bom Natal....
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá Tatiana!

    Obrigado, pela visita ao meu cantinho.

    Muito belo o teu poema...

    Beijinhos...

    Gil

    ResponderExcluir
  16. Vc demorou
    Quando chegou
    Arrasou
    Que belo poema menina
    Intenso
    Belissímo soneto


    Bjos com a mesma intensidade expressada em tão belo texto.

    ResponderExcluir
  17. Hoje você tocou nas minhas feridas... tuas palavras refletiram tudo o que sinto nesse momento.

    Você é demais, Tatiana!

    Beijos...

    ResponderExcluir
  18. Oi minha amiga, você realmente faz falta. Ao te ler emocionei.
    Teus versos estão guardados aqui dentro de mim e parece que foram feitos por encomend. Pena eu não saber escrever desta forma.
    Mas sabe que por coincidência, esses dias arrisquei rabiscar numas folhas e saiu algo muito parecido com o que você aqui sentimentalizou. Sabe minha doce menina, te entendo, tem horas que dá uma agonia inerna, um querer maior do que se pode e isso as vezes é doído demais. O meu no caso ficou um texto poema enorme. Quem sabe um dia não tomo coragem e faço um blog para poder mostrar para as pessoas o que me passa no coração.
    Tuas palavras refletiram um momento que vive se repetindo em minha vida.
    Obrigado amiga linda por se expressar de maneira tão igual, assim tão igual que me sinto parte do poema, acredite viu!
    Um beijo enorme no seu coração de menina.
    Saudade.

    ResponderExcluir
  19. É com muita alegria que cadastramos seu blog na promoção e receba o nosso caloroso abraço.


    =]

    Beijo imenso, menina linda que adoro.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  20. Prendemos gritos.
    Estancamos dores.
    Cumprimos a sina.

    Abraço

    ResponderExcluir
  21. sabes falar de amor com propriedade de quem nasceu para ele....

    estou apaixonada,e lendo este lindo soneto fiquei com o coração inflamado!!


    lindo,lindo!!!


    bjbj

    ResponderExcluir
  22. Olá Tatiana...to voltando hoje e colocando os coments em dia...férias finalmente e fim do famigerado TCC, mas foi tudo ok...
    Seu poema não sei se você notou mas as frases ficaram simétricas. Não entendo muito bem disso, mas lendo, nota-se esse detalhe...
    Apenas na penúltima estrofe na ultima frase não consegui identificar isso...
    Não sei foi intencional ou não, mas ficou muito bom...parabéns...
    Ahh...valeu pela dica da FGV...caramba, tem muitos cursos de extensão que vão te encontro com Gestão de Recursos Humanos...valeu mesmo....vou passar para os amigos da facul...
    Uma ótima sexta...abraço na alma..bjo

    ResponderExcluir
  23. Ola!!
    Quero desejar-lhe um Feliz Natal para você e toda sua familia e que tenhamos muito amor e paz nos das que se seguem,estou antecipando pois vou viajar e não haverá internet onde vou,rssrsrr, mas independente diso, gostaria de dizer que estarei ligado a todos na esperança de um Brasil e mundo melhor e no desejo que sejamos muito felizes. Um abraço!!

    ResponderExcluir
  24. Oi, Tati!
    O seu Poema é Lindo* Jamais li algum poema seu que não fosse.
    Obrigada, querida amiga!
    O seu amor me faz existir*
    Beijosss,
    Renata

    ResponderExcluir
  25. Olá querida
    A vida só tem sentido quando existe amor.
    FELIZ NATAL e PROSPERO ANO NOVO que seu caminho sempre seja iluminado.
    Com muito carinho BJS.

    ResponderExcluir
  26. VENHO LHE AGRADECER POR TUDO O QUE APRENDEMOS JUNTOS ESTE ANO. DIZER QUE TE CONHECER, FOI UM GRANDE PRAZER. SAIO DE FÉRIAS, MAS LEVO A SAUDADE DE CADA UM, QUE JÁ FAZ PARTE DE MINHA VIDA.
    VOCÊ É UMA DELAS.
    FELIZ NATAL!
    QUE DEUS TE ABENÇÕE E LHE DE TUDO DE BOM EM 2010.
    LOGO ESTAREMOS JUNTOS DE NOVO.
    FICO MUITO FELIZ OM ESTAS PPRESENTE. POIS TUA AMIZADE É UMA FLOR COM OS MAIS SENSIVEIS OROMAS.
    MUITO OBRIGADA PELA SUA COMPANHINA EM 2009.
    SUCESSO, PAZ E MUITA ALEGRIA,.
    COM MUITO CARINHO
    SANDRA

    ResponderExcluir
  27. Amor é sina - perdição e redenção.
    Amor é nada e tudo quando se tem e se perde. E você sabe falar desse tudo que é simplesmente amor.

    Beijos, querida.

    Feliz Natal

    ResponderExcluir
  28. Tatiana...

    A tua poesia é muito envolvente!
    E o soneto é lindissimo!!!

    Um beijo e um Feliz Natal

    AL

    ResponderExcluir
  29. Exuberante esse poema, nitro pura.
    Já no apagar das luzes do ciclo que se encerra quero te desejar ondas de alegria, amor e prazer para o novo ciclo que se inicia. Que essas Ondas inundem sua vida em 2010.

    Forte abraço,

    Hod.

    ResponderExcluir
  30. Salve !
    Em busca de leitores e de petrocínio para o meu blog, estou aqui para convidá-lo a conhecer "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...", em http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Professora e pesquisadora da cultura brasileira, acredito num mundo melhor com menos violência através do exercício da leitura e da reflexão.
    O afeto e a educação continuam sendo o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos. Com amor, toda criança será confiante e segura como um rei, não se violentará para agradar os outros e será afinada com o seu próprio eixo. E se transformará num adulto bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado nela a dimensão da importância que ela tem.
    Além disso, divulgar esse imenso país com suas belezas naturais e multiplicidades culturais têm sido outra de minhas metas, afinal ninguém pode amar aquilo que não conhece, não é verdade. Eu me apaixonei pelo Brasil aos 12 anos, depois de ler "O Auto da Compadecida", de Ariano Suassuna para fazer uma peça de teatro na escola onde estudava - Chicó foi o meu primeiro amor. Penso que falta ao povo brasileiro conhecer mais o seu país. Ultoimamente temos visto tantos escândalos na TV, dinheiro em mala, en cueca, em bolsa, escondidos até em meia...tanta gente passando necessidade e essa raça de políticos desviando milhões dos cofres públicos, deixando o povo a mercê da própria sorte. Uma total falta de respeito para com o seu país. Falta a essa gente o sentimento de pertencimento, afinal o Brasil ainda é o melhor lugar para se morar.
    Bem, se você achar a minha proposta coerente, VAMOS TODOS JUNTOS NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR.
    Atualmente moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, ruídos aqui só o canto dos pássaros, o Curupira,do Caruara, a Pisadeira ... vez por outra o Saci aparece aprontando das suas. Devido a localidade ser muito alta, o sinal que chega do meu 3G é muito precário, nem sempre posso estar online. Alé, disso tenho outro probleminha: os relâmpagos. Espero que compreenda as diversas limitações de quem escolheu viver no meio do mato e, na medida do possível, vou respondendo os e-mails que chegam e atualizando o meu blog FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Se você ainda não o conhece, dê uma chegadinha por lá, é só clicar no link em azul. Deixe para mim o seu comentário.
    Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre e que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010 que se inicia.
    Saudações Florestais !
    Silvana Nunes.'.

    ResponderExcluir
  31. BELO SONETO ...E TRISTE SINA...NO FIM A ESPERANÇA DE QUE SE AFINAL NASCESTE POR AMOR...ELE HÁ-DE EXISTIR ...

    VALEU A PENA TER LIDO!!!

    UM NATAL VERDADEIRO E UM BOM ANO DE MUITAS CRIAÇÕES...

    BEIJINHOS

    ResponderExcluir
  32. Ola linda!
    Passando pra desejar um feliz natal cheio de amor e paz...
    Que 2010 seja repleto de realizações.
    Felicidades mil...
    Bjos!

    ResponderExcluir
  33. O amor renova todas as coisas, mesmo quando parece destruir. Certo é que devemos tentar libertar nossa alma daqueles falsos amores.
    Desejo que o espirito do Natal esteja presente nas pérolas que aqui deixo, proporcionando um Natal especial e um 2010 com muita luz e paz.
    Com carinho
    Eärwen

    ResponderExcluir
  34. Bela postagem, um poema forte, instigante, prtofundo, com uma pitada de inventividade podemos viajar, mergulhar no mundo da fantasia, adorei, seu blog é show, pra vc, bjos, bjos, bjosss

    ResponderExcluir

Fico feliz que você esteja aqui...