domingo, 28 de agosto de 2011

Resposta






Resposta 

Quem dera se os meus versos
Ganhassem vida e saíssem do papel
Assim quem sabe ele compreenderia
A razão de calar-me e afastar afinal
Com vida própria eles poderiam se revelar
E livremente voariam...
E o acariciariam como eu tanto desejo
Ficariam por longos momentos
Perdidos dentro do mar de seus olhos
Poderiam finalmente tocar os seus lábios
E num beijo acalmar todas as minhas ânsias
Mas... Eu prefiro afastar-me
Para não invadir o seu mundo
Fico na esperança de que ele entenda
Que não me importa ‘os outros’
Os que tentam se aproximar, ler e desejar...
Quando para mim bastaria apenas um
Aquele que rouba a minha atenção
Aquele que vive presente em meu coração
Que desperta cada dia mais a minha inspiração
Hoje o que mais dói é perceber que ele não entende!
“Sem mais, eu fico onde estou, prefiro continuar distante


Tatiana Moreira




32 comentários:

  1. Puxa amiga Tatiana, que lindo este texto. Arrepiei!

    Igualmente belo o trecho da canção que encerra o poema. Mas o texto fez-me recordar outra canção:

    "Eu gosto tanto de você
    Que até prefiro esconder
    Deixo assim ficar
    Subentendido

    Como uma idéia que existe na cabeça
    E não tem a menor obrigação de acontecer..."


    Grande abraço e muita paz!

    =)

    ResponderExcluir
  2. Não somos nada sózinhos... nunca seremos nada assim!

    ResponderExcluir
  3. Tati, posso garanti isso e o garanto pq é assim que sinto qdo te leio, seus versos transmite tanto sentimentos que parecem que eles conversam comigo. Bjos e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  4. Impressionante de tão lindo!!! Tocante! uma linda semana,beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Por vezes, não precisamos nos inpirar para escrever, basta pegar numa caneta e soltar os sentimentos!
    Bonito texto!

    ResponderExcluir
  6. Tati, que "Resposta" mais cabível ao meu eu.
    Também eu gostaria que meus versos ganhassem vida e saíssem do papel.
    Lindo, lindo, lindo!!
    Beijos no teu ♥

    ResponderExcluir
  7. Bonito demais, Tati! Uma ótima semana pra você! Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Tatiiiiii que bom chegar aqui e ler algo escrito por você. Eu amo o que você escreve, sinto como se estivesse lendo a sua alma.
    Ao ler esse poema lembrei de algumas palavras do Caio Fernando Abreu que eu li num site: “Tenho muita coisa aqui pra te oferecer, mas sabe o que é? Sou incompleto, também preciso receber.”
    Beijocas dessa amiga maluquinha que te adora.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia!! Lindona.


    Linda poesia, ahhhh que pena que as vezes é assim.

    beijos

    ResponderExcluir
  10. Que lindo Tatiana!
    Sempre bom passar por aqui.
    =)

    ResponderExcluir
  11. Muito bem escrito e vida é o que não falta neste teus escrever...
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Oi querida!
    Vc é maravilhosa com as palavras!
    Obrigada por se comentário em meu blog... Me emocionei, Tati.

    bjs nesse coração de ouro e uma feliz semana p/ vc querida.

    ResponderExcluir
  13. uai chama o cara, olho bem dentro dos olhos dele, da-lhe um bofetão na orelha (bem forte) e diz ( irritada) : É vc que eu quero seu idiota, não percebe que ninguém mais importa e que sou tua? Taca-lhe um beijo daqueles de ver estrelas , vira as costas e vai embora…
    Ai me lembro da música do Skank … “tão facil perceber que a sorte escolheu você, e você cego nem nota …”
    hahaha, eita que dar opinião nos versos dos outros é tão facil né, difícil e entender suas próprias rimas!
    Boa semana, sucesso em suas conquistas … abração de urso panda.

    ResponderExcluir
  14. Brincadeiras a parte … bela expressão, como sempre muito intensas suas palavras.
    Parabéns pela postagem!

    ResponderExcluir
  15. Tatiana que palavras mais cheias de sentimentos... você é maravilhosa e intensa poetisa...lindo demais o que você escreve...tem alma...
    Boa semana amiga...beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  16. Tati, Você escreve com a alma e vive com o coração.
    Uma poetisa brilhante.
    Adoro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Belíssimo poema, Tatiana. Adorei!
    Beijinhos e uma excelente semana!

    Mário

    ResponderExcluir
  18. ...você sempre tão linda,
    tão intensa, tão poética
    mesmo em meio às dores
    de amor!

    bjokas, coração!

    ResponderExcluir
  19. Minha amiga querida!! Às vezes fazemos tanta força para que nos entendam, que esquecemos que deixamos de possuir as palavras quando as proferimos... Cabe ao outro a sabedoria de traduzi-las coerentemente... Tão lindo seu texto! Saudades de você! Ótima semana!! Deia

    ResponderExcluir
  20. Olá poetisa Tatiana, que tudo esteja bem contigo, e permaneça!

    Uau! Já estava com saudades de ler teus intensos textos, embalado por uma bela canção também. E assim fico deveras contente em ler teus tão belos e intensos sentimentos expressos em simples palavras, no entanto há alguém que não as compreende, o que é deveras lamentável, mas, assim são os humanos, alguns resistem em entender ou mesmo compreender sentimentos externados por outros. E eu grato por teu retorno e também por tuas gentis e sempre atenciosas visitas deixo cá meu desejo que você e todos ao redor tenham intenso e deveras feliz viver, ah, parabéns pelas sempre tão acertadas escolhas das imagens, sempre tão belíssimas e complementares aos teus textos! Um enorme abraço e até mais!

    ResponderExcluir
  21. OLá, Tatiana. Tudo tão lindo por aqui. Belo poema! VC é incrivel! Tanta delicadeza e sensibilidade. Obrigada pela sua visita, me deixou muito feliz. Que bom vc de volta! Faz falta. Bjos com muito carinho no seu coração!

    ResponderExcluir
  22. Olá menina linda!

    Se a distância falasse, diria a todos o quanto lacera a saudade...

    Um beijo grande pra vc amiga.
    Estou ausente, mas não distante do coração.
    ♫♫♫♥ (ړײ) ♥♫♫♫

    Gosto de você!
    Não importa se está longe eu perto, o que importa é que pessoas como você existem para que possamos sentir sua falta.

    IT do Som do Coração

    ResponderExcluir
  23. Belo poema.
    Gostei imenso querida amiga.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Muito lindo Tati.

    Obrigada pela sua companhia.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  25. Minha querida

    Como sempre um poema escrito com os dedos da alma e a tinta que escorre do coração.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  26. as vezes as pessoas não entendem ou não abrem a porta para nós por medo ou por qualquer outro motivo...seja como for o importante é abrirmos a porta ao nosso coração escutá-lo atentamente e ir em frente..

    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Seus versos tem vida própria.Lindo poema, beijos.

    ResponderExcluir
  28. Oi Tatiana

    Um bonito poema e junto dele as interações dos amigos...eles já falaram tudo, mas poemas são poemas, cada um os interpreta de uma maneira, isso é o legal da net
    Mas o melhor disso tudo ainda é o ato de escrever...esse vicio bom.
    Um abraço na alma...muita paz e saúde para você e todos os seus.

    ResponderExcluir
  29. Querida Tatiana!

    Há muito você visitou meu blog... Mas eu estava afastada. Ainda que tarde, venho lhe agradecer pelo carinho.

    A música que ouço aqui em seu blog é muito suave, linda. O poema... Ah! Ses versos, para mim, tem vida e saem do papel. Já estão me acompanhando por estes caminhos. Está bonito demais!

    Beijo

    ResponderExcluir
  30. seus texto eles sempre sao magnificos gosto muito de vim aqui para pode ler cada um deles, aquelas parte final "Aquele que vive presente em meu coração Que desperta cada dia mais a minha inspiração Hoje o que mais dói é perceber que ele não entende!" perfeito perfeito
    tenha um otimoo dia
    bjusss

    ResponderExcluir

Fico feliz que você esteja aqui...