quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Compaixão




Talvez você não entenda
E eu já nem faça questão
De elaborar a legenda
Da minha reconstrução
Não recorro a adenda
Nem tão pouco a ter razão
Busco é uma nova senda
E prossigo pelo coração
Fluindo em oferenda
Numa vida de compaixão!


Tatiana Moreira

*

Em homenagem as vítimas do crime ambiental em Brumadinho-MG